Aurora Alimentos
Aurora Alimentos
Aurora Alimentos
Aurora

Aury Bodanese e Fundadores

Aury Bodanese

No ano de 1934, em Barão de Cotegipe/RS, nascia Aury Luiz Bodanese, o futuro líder da Aurora.

Em 1946, Aury e seus pais, descendentes de italianos, Guilherme e Angelina Bodanese, se mudaram para Erechim. Aury enfrentou os primeiros desafios que são reservados para um trabalhador logo na infância - começou a trabalhar como vendedor de frutas e entregador de jornal aos 13 anos.

No ano de 1948, a família vai morar em Erval Grande. E, com 14 anos a personalidade forte de Aury fez com que fosse expulso do colégio.

Em 1949, com apenas 15 anos de idade, Aury já era motorista de caminhão e aos 20, prestou serviço militar em Uruguaiana.

Em 1956 a família Bodanese chega a Chapecó e se estabelece na comunidade de Alto da Serra. Cinco anos depois, em 1961, Aury casou-se com Zelinda Santa Catarina.

Foi eleito vereador em 1965 e dois anos depois assumiu a presidência da Cooperativa Mista Agropastorial de Chapecó. Neste mesmo ano, morre Guilherme Bodanese, seu pai.

No ano de 1969 nasce a Cooperativa Central Aurora Alimentos, tendo Aury como presidente. Um ano depois da fundação, a Cooperativa já adquire 22 caminhões e começa a utilizar o lema "Cereais de Santa Catarina para Alimentar o Brasil".

Em 1974 Aury articula a criação da Cooperalfa, que é a fusão das cooperativas de Chapecó e Xaxim. Logo em 1975, já era a maior cooperativa singular do Brasil. Neste ano Aury colabora na fundação da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado de Santa Catarina.

Aury é distinguido com a Comenda do Mérito Cooperativo Catarinense em 1980.

Em 1988 inaugurou-se o frigorífico de aves da Coopercentral em Maravilha. Em 1989 Aury recebeu o título de Cidadão Catarinense concedido pelo Governo do Estado. Passando um ano, ganhou o título de Cidadão Chapecoense.

Em 1992, inaugura-se o novo frigorífico e abatedouro de suínos da Coopercentral.

No ano de 1994, Aury recebe do Governo do Estado a Medalha Mérito Anita Garibaldi.
Quase 30 anos após ter assumido a presidência da Cooperalfa, Aury deixa a presidência em 1997. Neste ano, a Confederação Nacional da Indústria distingue Aury com a maior honraria do setor empresarial brasileiro: Comenda da Ordem do Mérito Industrial.